Feliz e triste

Esta é a história de uma menina.
Uma menina que amava passáros.
Ela tinha olhos doces e de tão doces esparramaram- se por ela toda.
Ela, apenas olhos e doçura.
Por isso via os detalhes.
Por isso era doce com quem quer que fosse.
A menina que amava pássaros amava pássaros por que via neles a felicidade do vento.
E por que neles habitavam os olhinhos redondinhos mais bontinhos que já tinha visto.
Sem dúvida ela amava pásssaros.
Isso a deixava feliz.
Essa informação se espalhou.
“Ela adora pássaros!”
“Ela sabe tudo de pássaros!”
“Ela fica horas vendo pássaros!”
Então começaram a presenteá- la com pássaros.
No aniversário.
Na semana santa.
No dia das crianças.
No natal.
Nos finais- de- semana.
Isso os deixava felizes.
Por doçura, a menina aceitou os presentes.
A quantidade de olhinhos dentro do viveiro aumentava aumentava aumentava.
Mas a menina foi ficando triste.
Sim ela estava triste.
E para animá- la davam pássaros pássaros pássaros.
Um dia, enquanto todos dormiam, foi ao viveiro, abriu a porta e disse o mais baixo que um pássaro pode entender:
“Eu poderia ter sido menos doce”
E como via tudo, jurava ter visto um sorriso de penas.
E até hoje, ninguém entende o sorriso encontrado nos lábios dessa menina, enquanto via os pássaros fugirem.

 

Pollyanna Monteiro

 

Anúncios

Sobre vivibezerra

Alta. Cachos. Andar saltitante. Interessada num monte de vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: