Poema

Lindo este poema do Nick Farewell!

DE SI PARA SI

Um sentido tênue
Um amor vago e distante
Sem nenhuma intenção de felicidade

Um vazio sem remorsos
Um imenso mundo contínuo
A espera de um despertar alheio

Que transformasse um belo rosto em amor
Algum tipo de existência em esperança
Nada que me lave por completo
Mas o que faço, se nem o amor já não me salva mais?

Sorriso amargo pelas boas intenções
As minhas transparências fingidas, sem controle
Meus lamentos pela falta de posse
Minhas tolices de solidão

Por que ninguém me beija com convicção de amor?

Gangorra pendendo para sempre
Será inocência realmente sádica?
Dá-me um demônio para amar
Pois as virgens carecem de alma

E nada se pesca no mercado da vida

%d blogueiros gostam disto: